Livro explica por que a Copa e as Olimpíadas serão prejudiciais ao Brasil | TVSHOPSHOW.com Para Smart TV PC e Mobiles

  Escritor e jornalista Dave Zirin, editor da revista The Nation, desmistifica os “legados” da FIFA e do COI para o Brasil   A poucos dias de sediar o mundial de futebol da FIFA,

fifa, fraude, coi, futebol

Livro explica por que a Copa e as Olimpíadas serão prejudiciais ao Brasil

Publicado por: Redação
10/06/2014 03:33 PM
O Brasil dança com o diabo
O Brasil dança com o diabo

 

Escritor e jornalista Dave Zirin, editor da revista The Nation, desmistifica os “legados” da FIFA e do COI para o Brasil

 

A poucos dias de sediar o mundial de futebol da FIFA, o Brasil se pergunta: quais serão os benefícios que um evento desse porte trará ao nosso povo? Os entusiastas que nos desculpem, mas esse livro é um balde de água gelada no clima festivo que os patrocinadores da FIFA tentam emplacar. No livro A Dança do Brasil com o diabo – A copa do mundo, as olimpíadas e a luta pela democracia, que a Lazuli Editora acaba de lançar,o jornalista esportivo e escritor Dave Zirin faz graves denúncias aos eventos promovidos pela FIFA e pelo COI. No livro, ele diz que grandes eventos esportivos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas não trazem benefícios ao país que os sedia, só enriquecem as próprias entidades que as promovem. Para o autor, os países sede ficam com estruturas obsoletas que para construí-las, concedem isenções fiscais, mexem na arquitetura urbana das cidades, deslocam e desalojam populações trazendo claros prejuízos a população local.

 

No livro, o jornalista e editor da revista The Nation explica como funciona a máquina da FIFA e do COI, ávidos por lucro e dinheiro. “A FIFA conseguiu o que veio buscar no Brasil: dinheiro. Transporte ou qualquer outro fator que afetam o público eles não se importam”, diz Zirin no livro. Em visita ao nosso país, o autor relata que ficou impressionado com a falta de estrutura dos hospitais, do transporte público e das escolas, que sequer servem almoço para as crianças. “Se gastassem 30% menos em estádios conseguiriam melhorar as outras coisas que são realmente importantes”, afirma. “Os executivos da FIFA descobriram uma forma de ficar ricos com a Copa do Mundo e roubaram as pessoas. Essa é a verdadeira vergonha”, denuncia Zirin no livro. Ainda segundo o jornalista, a FIFA sempre enxergou seu lucro vinculado à sua capacidade de ser dona do produto futebol, mas eles não se restringem apenas ao jogo, estendem seus domínios aos próprios jogadores.

 


As denúncias de Dave Zirin não se restringem ao futebol e se estende ao Comitê Olímpico Internacional, o COI. Para escrever o livro, autor visitou as sedes dos países que sediaram as últimas Copas e Olimpíadas e realiza um retrospecto do que ocorreu antes e depois das competições: o saldo é dramático e negativo, do Canadá à África do Sul, passando por Londres e Sochi. No Canadá, por exemplo, pessoas foram presas por vender produtos ligado ao evento e que não eram oficiais. Em Londres, o contingente militar presente nas ruas nos dias dos jogos se igualou ao número de soldados envidados para o Iraque, e muito mais. Zirin analisa o Brasil, faz uma análise do governo Lula e Dilma, do futebol brasileiro e também das recentes manifestações populares que se desencadearam no Brasil e prometem voltar com força no período da Copa. O livro analisa exatamente o que desencadeou esses protestos e provoca uma discussão, afinal, vale a pena sediar eventos nessas condições?

 

O Brasil dança com o diabo – A Copa do Mundo, as Olimpíadas e a luta pela democracia, de Dave Zirin está sendo lançado simultaneamente no Brasil e Estados Unidos. O autor chega ao Brasil na próxima quinta-feira.

 

Sobre o autor: Dave Zirin é autor de cinco livros, incluindo Game Over, Bad Sports, A People’s History of Sports in the United States, Welcome to the Terrordome and What’s My Name, Fool?, além de coautor, juntamentre com John Carlos, do livro The John Carlos Story. Zirin redige o popular blog semanal sobre esportes, Edge of Sports, e é colaborador habitual do site SportsIllustrated.com, da revista SLAM, do jornal Los Angeles Times e da revista The Nation, sendo o primeiro editor esportivo dessa publicação.

 

Escritor e jornalista Dave Zirin, editor da revista The Nation, desmistifica os “legados” da FIFA e do COI para o Brasil

 

A poucos dias de sediar o mundial de futebol da FIFA, o Brasil se pergunta: quais serão os benefícios que um evento desse porte trará ao nosso povo? Os entusiastas que nos desculpem, mas esse livro é um balde de água gelada no clima festivo que os patrocinadores da FIFA tentam emplacar. No livro A Dança do Brasil com o diabo – A copa do mundo, as olimpíadas e a luta pela democracia, que a Lazuli Editora acaba de lançar,o jornalista esportivo e escritor Dave Zirin faz graves denúncias aos eventos promovidos pela FIFA e pelo COI. No livro, ele diz que grandes eventos esportivos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas não trazem benefícios ao país que os sedia, só enriquecem as próprias entidades que as promovem. Para o autor, os países sede ficam com estruturas obsoletas que para construí-las, concedem isenções fiscais, mexem na arquitetura urbana das cidades, deslocam e desalojam populações trazendo claros prejuízos a população local.

 

No livro, o jornalista e editor da revista The Nation explica como funciona a máquina da FIFA e do COI, ávidos por lucro e dinheiro. “A FIFA conseguiu o que veio buscar no Brasil: dinheiro. Transporte ou qualquer outro fator que afetam o público eles não se importam”, diz Zirin no livro. Em visita ao nosso país, o autor relata que ficou impressionado com a falta de estrutura dos hospitais, do transporte público e das escolas, que sequer servem almoço para as crianças. “Se gastassem 30% menos em estádios conseguiriam melhorar as outras coisas que são realmente importantes”, afirma. “Os executivos da FIFA descobriram uma forma de ficar ricos com a Copa do Mundo e roubaram as pessoas. Essa é a verdadeira vergonha”, denuncia Zirin no livro. Ainda segundo o jornalista, a FIFA sempre enxergou seu lucro vinculado à sua capacidade de ser dona do produto futebol, mas eles não se restringem apenas ao jogo, estendem seus domínios aos próprios jogadores.

 


As denúncias de Dave Zirin não se restringem ao futebol e se estende ao Comitê Olímpico Internacional, o COI. Para escrever o livro, autor visitou as sedes dos países que sediaram as últimas Copas e Olimpíadas e realiza um retrospecto do que ocorreu antes e depois das competições: o saldo é dramático e negativo, do Canadá à África do Sul, passando por Londres e Sochi. No Canadá, por exemplo, pessoas foram presas por vender produtos ligado ao evento e que não eram oficiais. Em Londres, o contingente militar presente nas ruas nos dias dos jogos se igualou ao número de soldados envidados para o Iraque, e muito mais. Zirin analisa o Brasil, faz uma análise do governo Lula e Dilma, do futebol brasileiro e também das recentes manifestações populares que se desencadearam no Brasil e prometem voltar com força no período da Copa. O livro analisa exatamente o que desencadeou esses protestos e provoca uma discussão, afinal, vale a pena sediar eventos nessas condições?

 

O Brasil dança com o diabo – A Copa do Mundo, as Olimpíadas e a luta pela democracia, de Dave Zirin está sendo lançado simultaneamente no Brasil e Estados Unidos. O autor chega ao Brasil na próxima quinta-feira.

 

Sobre o autor: Dave Zirin é autor de cinco livros, incluindo Game Over, Bad Sports, A People’s History of Sports in the United States, Welcome to the Terrordome and What’s My Name, Fool?, além de coautor, juntamentre com John Carlos, do livro The John Carlos Story. Zirin redige o popular blog semanal sobre esportes, Edge of Sports, e é colaborador habitual do site SportsIllustrated.com, da revista SLAM, do jornal Los Angeles Times e da revista The Nation, sendo o primeiro editor esportivo dessa publicação.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar