DelRio dá dicas valiosas de lingeries para mulher madura | TVSHOPSHOW.com Para Smart TV PC e Mobiles

A vaidade é algo que acompanha as mulheres por toda a vida. Ainda muito cedo os olhos despertam para o belo e assim seguem até a idade madura.

bermudas, tv, shopshow, shopshow, tv, fabrica, de, roupas, tv, caruaru, tv, classificados, moda, masculina, poeirão, calçadão, vestidos, lingerie, cuecas, feira, webtv, moda, online, tv, santa, cruz, santa, cruz, do, capibaribe, calças, jeans, shorts, sai

DelRio dá dicas valiosas de lingeries para mulher madura

Publicado por: Redação
16/11/2016 07:34 PM

Estilista da marca indica a lingerie correta para arrasar nos mais diversos looks

 

 A vaidade é algo que acompanha as mulheres por toda a vida. Ainda muito cedo os olhos despertam para o belo e assim seguem até a idade madura. O que algumas não sabem é que existem linhas e tamanhos apropriados para mulheres de 50 anos ou mais que podem realçar a beleza e com conforto, deixar “tudo no seu devido lugar”. Já se foi a época em que a mulher ficava super apertada em lingeries que prometiam milagres – não temos disposição e nem paciência, não é mesmo? -, que apertavam de um lado e ameaçavam estourar do outro. A lingerie tem que ter a modelagem correta, compressão adequada e principalmente o tamanho certo, ou não adiantará gastar uma fortuna num look milionário e correr o risco de estragar a produção por conta da roupa íntima. 

 

Hoje o mercado dispõe de produtos feitos para proporcionar segurança, modelando o corpo de forma suave, com conforto, amenizando os pontos menos favorecidos. Essas peças estão aí para disfarçar as tão conhecidas gordurinhas que insistem em aparecer depois de uma certa idade e alguns quilinhos a mais na região da cintura, das costas ou até formando culotes. A estilista da DelRio, uma das mais conceituadas marcas de lingerie do Brasil, Ana Claudia Gurgel, dá  algumas dicas descontraídas que podem ajudar esse público na hora das compras. Confira!

 

A super dica da Ana Claudia é para conhecer bem seu próprio corpo, identificando os pontos fortes e fracos. “Descubra o que você considera positivo para ressaltar e negativo para disfarçar. A partir daí, encontre uma lingerie que certamente foi pensada para solucionar o ‘problema’”. A estilista ainda nos dá alguns exemplos que servem como lição de casa: “No caso dos ‘gominhos’ nas costas, uma camisete modeladora pode ser genial, mas, deve ser evitado o modelo com recorte reto horizontal, pois isso pode salientar ainda mais as gordurinhas dessa área. As costas da camisete deve ter o decote em forma de ‘U’ para dividir as forças das alças laterais - esse detalhe fará toda diferença no visual externo, além de oferecer muito mais conforto. No caso dos ‘culotes’ ou quadril largo (um biotipo comum entre as brasileiras), deve-se evitar as calcinhas cavadas com elásticos muito apertados, pois elas costumam salientar ainda mais esse problema. O ideal é fazer uso das bermudas modeladoras, ou até das bermudas mais levinhas, que dão uma sensação de segurança e não marcam”, opina a especialista. Já a região abdominal - líder em reclamações femininas – fica mais elegante com os bodies, dos modeladores às versões mais leves. A peça única ajuda até a melhorar a postura, sabia disso? As calcinhas com lateral larga e com leve reforço frontal também fazem diferença por baixo do look: além de confortáveis, elas ajudam a segurar o abdômen, afinando a silhueta de forma natural e sem grandes esforços.

 

Vale ressaltar que o conceito de conforto muda muito com a idade. Aos 15 anos se considera conforto tudo que é livre, leve e solto. “Aos 50, soma-se a preocupação com a segurança e o bem estar: a lingerie que oferece algum tipo de sustentação passa a ser o que há de mais desejável. Sentir os seios bem encaixados, ter as gordurinhas das costas escondidas dentro das laterais de um bom sutiã, segurar a ‘barriguinha’ naquela calcinha de laterais largas com reforço interno, torna-se prioridade na hora de escolher o que comprar. É isso que a mulher contemporânea tem buscado e é esse caminho que estamos seguindo para atendê-la”, ressalta Gurgel.

 

Ana Claudia também comenta sobre a importância de saber analisar o seu próprio perfil e adapta-lo com as peças disponíveis no mercado. “Aquelas peças mega/super/hiper shape que prometem quase uma embalagem ‘a vácuo’ podem funcionar muito bem, desde que, primeiramente, você faça parte desse perfil que gosta desse tipo de peça com um nível de compressão maior, caso contrário, você nunca será feliz com ela”. A estilista ainda ressalta a importância de comprar a numeração exata e não a que vai comprimir mais. “Esse tipo de produto conta com alta tecnologia e engenharia de processos, acabamentos, materiais e são exaustivamente testados. Mas se na hora da escolha você decidir comprar um tamanho menor que o seu, por achar  que dessa forma vai funcionar melhor... pode pôr a perder tudo o que foi idealizado no projeto deste produto”, alerta a profissional.

 

“O mais importante é a mulher ter a consciência que a lingerie pode e deve valorizar muito uma produção e o seu próprio corpo. Sendo assim, fica possível diversificar o guarda roupa e elevar a autoestima até perder de vista”, finaliza Gurgel. Sabe-se que a lingerie moderna está cheia de funcionalidades secretas, passando longe da imagem de tortura das lingeries passadas! Aparentemente elas até parecem peças comuns: básicas ou sedutoras, com aplicações em renda ou transparências, etc. Mas na verdade elas estão recheadas de artifícios para segurar aqui e ali, levantar, ressaltar, reduzir, aumentar... A tecnologia voltada para as demandas da mulher madura. Perfeitas para qualquer ocasião! 

Compartilhar

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas