Ejaculação Precoce, um problema que pode ser resolvido | TVSHOPSHOW.com Televisão para os Dispositivos Conectados

*Dr. Marco Lipay Segundo a Sociedade Internacional de Medicina Sexual, a Ejaculação Precoce (EP) ocorre em um período menor que três minutos da penetração vaginal.  A ejaculação, quando ocorre...

saude, hipertensão, cardiologia, mitos, verdades, ejaculação, pênis, ereção, doenças, criança, diabetes, infantil, pediatra, cuidados, desidratação, insolação, plano, assistência, avc, alergias

Ejaculação Precoce, um problema que pode ser resolvido

Publicado por: Redação
21/12/2019 08:03 PM

*Dr. Marco Lipay

Segundo a Sociedade Internacional de Medicina Sexual, a Ejaculação Precoce (EP) ocorre em um período menor que três minutos da penetração vaginal.  A ejaculação, quando ocorre mais cedo do que um homem deseja, é conhecida como ejaculação rápida. Essas situações podem levar a frustrações do homem ou do casal, resultando até mesmo na perda de interesse da atividade sexual ou rebaixar severamente a autoestima do homem que ejacula precocemente.

 

Estima-se que nos EUA, cerca de 1 em cada 3 homens de 18 a 59 anos sofra de EP e na grande maioria dos casos o problema é considerado de ordem psicológica. 

 

A ejaculação é controlada pelo sistema nervoso central. Os homens são estimulados sexualmente e os sinais são enviados do cérebro para a medula espinhal, resultando na ereção; e quando atinge um nível maior de excitação, resulta na ejaculação, que é a liberação do sêmen através do pênis.

 

As causas precisas da ocorrência de EP não são conhecidas. Trabalhos mostram que a serotonina (substância produzida pelo sistema nervoso central) pode modular a resposta ejaculatória e, quando esses níveis estão reduzidos, pode desencadear a EP. Foi observado que pacientes em uso de antidepressivos aumentaram o tempo de orgasmo e dos níveis séricos de serotonina. 

 

Os fatores psicogênicos, como: depressão, estresse, culpa, expectativas irrealistas sobre desempenho sexual, história de repressão ou abuso sexual, falta de confiança, autoestima rebaixada problemas de relacionamento e ansiedade, podem levar a distúrbios de ereção e ejaculação precoce.

 

Em outras situações, o homem tem problemas relacionados à ereção (disfunção erétil), ou seja, não consegue sustentar uma ereção durante todo o ato sexual, resultando numa ejaculação mais rápida. A ejaculação precoce pode não ser o problema, mas sim a consequência e desaparece depois que a disfunção erétil é tratada.

 

Sabe-se que o envelhecimento pode levar a alterações nas ereções e nas ejaculações, mas não é uma condição especifica para a ocorrência de EP.  Alguns homens mais velhos, durante a consulta, relatam que as ereções não são tão firmes ou duradoras como no passado.  A sensação de que a ejaculação vai ocorrer de modo mais rápido dá-se em razão das mudanças naturais e fisiológicas do envelhecimento.

 

A melhor forma de resolver o problema é falar sobre ele.  O Urologista vai identificar a(s) causa(s), fazer o diagnóstico, solicitar exames (se necessários) e sugerir o melhor tratamento, que pode envolver o uso de remédios, terapia psicológica, terapia comportamental, ou até mesmo a associação entre elas.

Compartilhar

Vídeos relacionados