Fashion Curvy lança primeiro editorial de moda plus size | TVSHOPSHOW.com Televisão via Internet

Fashion Curvy lança primeiro editorial de moda plus size e inicia movimento de profissionalização do setor Esse mês chega ao mercado a “Fashion Curvy”, empresa fundada pela jornalista e empresária Joyce Matsushita, com foco na profissionalização.

moda, plus, size, fashion, channel

Fashion Curvy lança primeiro editorial de moda plus size

Publicado por: Redação
10/04/2014 09:33 PM
Crédito: Fotógrafa Adriana Líbini
Crédito: Fotógrafa Adriana Líbini

Fashion Curvy lança primeiro editorial de moda plus size e inicia movimento de profissionalização do setor



Esse mês chega ao mercado a “Fashion Curvy”, empresa fundada pela jornalista e empresária Joyce Matsushita, com foco na profissionalização do mercado de moda plus size. Precursora do movimento há oito anos, quando lançou no Brasil a top internacional Fluvia Lacerda e foi sua empresária até o final de 2012, a jornalista foi peça fundamental para a construção de uma nova era para o setor.

“O mercado GG, como o conheci, era totalmente rotulado e só carregava estigmas negativos. Na mídia, os gordinhos ganhavam destaque somente em matérias de doenças cardiovasculares, diabetes ou obesidade mórbida. Por conta disso, optei por lançar um novo nome para o setor, o Plus Size, e a partir daí pudemos começar a escrever uma nova história, mas desta vez mostrando beleza, aceitação e autoestima”, explica Joyce.

À frente da “Fashion Curvy”, a jornalista diz que os desafios não serão menores dos que enfrentou anos atrás. Se antes o problema era conseguir um espaço na mídia, hoje um dos maiores males é o excesso de exposição.

“Fico feliz de ver que as pessoas entenderam que ninguém precisa ser igual para ser exemplo de beleza. Mas inclusão ou democratização da moda não é só levar uma gordinha ao shopping e mostrar que não tem roupa para ela. Tampouco publicar tudo o que é do setor, bom ou ruim, porque virou moda. A missão agora é inspirar essas pessoas, investir na reeducação visual e mostrar que Plus Size também pode ser bonito e um objeto de desejo”, afirma.



Para conseguir mostrar isso na prática, ela criou o seu primeiro editorial de moda, intitulado “My Sins” (Meus Pecados). O processo durou quatro meses porque, juntamente com a sua equipe, foram desenhados todos os detalhes dentro da locação, posicionamento das modelos, expressões, figurino, iluminação, etc.



“Quem olha para o resultado dessas fotos poderia facilmente imaginar duas modelos convencionais. Porque é isso. Podemos fazer tudo, claro que com algumas adaptações por conta do biotipo, mas se soubermos trabalhar o corpo curvilíneo, não há limite para a nossa criatividade”, disse Joyce.



O editorial, resultado do trabalho da empresária com as modelos plus size Andrea Boschim e Márcia Saad, com a professora de expressão corporal e facial, Carol Suzuki, e parceria com a fotógrafa Adriana Líbini, será disponibilizado na íntegra através do www.facebook.com/fashioncurvy.




FASHION CURVY TRAINNING

Durante um ano e meio, a equipe “Fashion Curvy” focou o trabalho no treinamento das duas modelos. Era preciso conhecer todas as possibilidades que um corpo plus size poderia oferecer diante de uma sessão fotográfica, catálogo, campanha, editorial de moda, desfiles, etc. Das poses mais básicas para as mais fashions, exclusividade até então das tops magrinhas.



“Não foi uma tarefa fácil, principalmente porque toda modelo plus size já vem com um portfólio de poses e expressões enraizadas, aquelas que o mercado quer e o que elas aprenderam a fazer. Então, quebrar esses vícios e mostrar que poderíamos ir além foi um processo demorado. Além disso, foi imprescindível também trabalhar o psicológico das modelos para que aceitassem o novo e quebrassem muitos tabus”, explica Carol Suzuki,



Para a modelo Márcia Saad, o treinamento intenso contribuiu para iniciar um processo de mudança. “Em muitas aulas choramos, nos sentimos derrotadas e fracassadas. Mas fazia parte do processo de desconstrução para abrir espaço para o novo. Às vezes é preciso voltar à estaca zero para aprender e ver as coisas de uma forma diferente. E isso dói”, disse Márcia Saad.



A maior dificuldade para Andrea Boschim, também modelo, foi com relação à movimentação do corpo. “Tudo dentro do plus tem que ser mais intenso porque precisamos mostrar para o público que funciona, que é bonito. Enquanto uma modelo magra faz contorcionismos e fica lindo, no plus precisamos treinar e testar centenas de vezes para não virar mais um motivo de chacota. Tudo precisa ser perfeito para ganharmos credibilidade”.



O sucesso do treinamento das modelos foi o catalisador para o lançamento do primeiro produto da empresa, o “Fashion Curvy Trainning – Módulo I”, que ocorrerá entre 2 e 4 de maio, em São Paulo.



“Assim como fizemos com as duas, queremos ampliar essa vivência para outras modelos. Mas não esperem por um curso básico. Nosso objetivo não é informar, mas de formar e lapidar novos talentos. E já adianto que esse processo será ainda mais intenso por termos apenas dois dias. Vamos dormir e acordar respirando plus size, por isso escolhemos um hotel mais reservado e longe da loucura do dia a dia”, conta a jornalista.



Entre os destaques na programação estão às atividades práticas e sensoriais envolvendo expressão corporal e facial. Além disso, as participantes irão aprender a montar poses básicas e fashions de acordo com o seu biotipo. “A novidade é você entender o seu corpo e ter um direcionamento para conseguir criar as suas próprias poses, respeitando as suas curvas. O objetivo não é que elas saiam sabendo posicionar as pernas, os braços e o quadril, mas que saiam conhecedoras da técnica de como adaptar ou criar qualquer pose ao seu tipo de corpo”, finaliza Joyce Matsushita.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários